Ativismo Sustentável – Prevenindo o esgotamento (ebook gratuito disponível em PDF)


Burnout, ou Esgotamento, é uma questão política e de movimento/ativismo. Todos os anos, ativistas comprometides sofrem e abandonam nossa comunidade porque acabam ficando esgotades.

Hoje, apresentamos a vocês o primeiro livro digital idealizado pelo MOVA. A temática é o  burnout (esgotamento), suas causas dentro da cultura ativista e como preveni-lo.

Ele é uma adaptação do livreto “Sustainable Activism & Avoidig Burnout”, do Activist Trauma. A tradução foi feita por Bert Brew e a diagramação foi feita pela Bianca (oneub@protonmail.com).

Para baixar o material, basta clicar aqui. Ele também está disponível na nossa página de materiais aqui do blogue.

Projeto de Lei que proíbe Foie Gras em Porto Alegre é protocolado na Câmara Municipal

Como montar uma criação de gansos

O Projeto de Lei nº 152/21, de autoria do vereador Leonel Radde (PT), propõe proibir em definitivo a produção, distribuição, comercialização e disponibilização do produto foie gras nos restaurantes e estabelecimentos comerciais do município de Porto Alegre.⁣

Foie gras é um patê produzido com fígados de gansos e patos que passam por um processo conhecido como “gavage”, no qual os animais são obrigados a comer uma mistura rica em gordura que faz o fígado inchar. O processo requer a inserção de um tubo na garganta do animal durante 20 dias.⁣

O vereador Leonel Radde é um dos signatários da Carta Compromisso da União Vegana de Ativismo. Agradecemos ao Leonel por manter essa articulação conosco e se disponibilizar a levar nossas demandas adiante! ⁣

Não deixe de acompanhar a tramitação do projeto de lei no site da Câmara Municipal — PLL 152/21.

Segurança Alimentar é tema de reunião de Comissão da Câmara Municipal de Porto Alegre

Na última terça-feira, 20 de abril, a Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (CEDECONDH) da Câmara Municipal de Porto Alegre se reuniu para fazer um debate sobre Segurança Alimentar. A reunião foi presidida pelo vereador Matheus Gomes (PSOL) e teve a participação de algumas Secretarias que, de uma forma ou de outra, atuam ou deveriam atuar em torno dessa pauta, e de membros da sociedade civil, lideranças comunitárias que puderam expor a realidade das regiões em que vivem e atuam.

Matheus iniciou a sessão mencionando que a capital do Rio Grande do Sul tem 130 mil pessoas em condições de pobreza ou de extrema pobreza, conceitos que estão relacionados à renda do indivíduo. De acordo com o Banco Mundial, a pobreza corresponde à renda mensal de até R$ 436; para a extrema pobreza esse limite é reduzido a R$ 151. Matheus lembrou ainda que o IBGE divulgou recentemente que apenas 40% da população brasileira vive em condições de segurança alimentar.

Continue reading “Segurança Alimentar é tema de reunião de Comissão da Câmara Municipal de Porto Alegre”

Polícia Vegana – disputa de narrativas e coerência da prática vegana

Sobre proteínas, B12 e agrotóxicos: hipocrisia e essencialismo nos debates  vegetarianismo x carnismo | by Kae tê | antropoloko-alado | Medium
“Polícia vegana” da série de quadrinhos Scott Pilgrim

Antes de mais nada, esta não será uma postagem sobre as forças policiais. Vamos falar sobre o termo bastante utilizado por determinados grupos dentro do veganismo, a famosa expressão “Polícia Vegana”.

Essa expressão é fortemente usada em discussões quando se abordam temas como as conexões do veganismo com outras lutas contra a opressão, a exploração e a destruição da natureza ou quando o assunto é se o novo produto da empresa que lucra com a morte de animais (além da exploração da classe trabalhadora e a destruição e devastação ambiental, e subsequente morte de diversos animais e até espécies inteiras) é ou não é “vegano”.

Continue reading “Polícia Vegana – disputa de narrativas e coerência da prática vegana”

8 de Março, Dia Internacional de Luta das Mulheres – sobre não apagar contextos históricos e apoiar a luta anticapitalista

8 de Março nasceu com luta por pão e paz | Opinião

A data de hoje tem um contexto histórico, estando intimamente ligada com a luta das mulheres trabalhadoras. Não é à toa que a ideia de instituir um dia para dar visibilidade à luta dessas mulheres foi dada pela comunista alemã Clara Zetkin, em 1910, no II Congresso das Mulheres Socialistas. ⁣

No texto de 1913 “O Dia da Mulher”, escrito por Alexandra Kollontai, uma das notáveis mulheres que ajudou a liderar a Revolução Russa, a autora afirma que “O Dia da Mulher é um elo na longa e sólida cadeia da mulher no movimento operário”. Portanto, não podemos abandonar esse contexto histórico e enxergar o Dia da Mulher como “dia de celebrar o feminismo”. Pois nem todo feminismo se compromete com uma mudança radical da sociedade. Além disso, é incoerente se utilizar dessa data para falar sobre a opressão da mulher sem citar o capitalismo como um de seus grandes pilares. ⁣

Continue reading “8 de Março, Dia Internacional de Luta das Mulheres – sobre não apagar contextos históricos e apoiar a luta anticapitalista”

Política além do voto

9 intervenções urbanas que levam mais arte e cultura para as ruas de Porto  Alegre

Dadas as limitações das atuais instituições políticas historicamente herdadas das classes dominantes, como o exército, a polícia, os tribunais, as prisões, os manicômios e os órgãos da própria democracia representativa, faz-se urgente buscar novas formas coletivas de fazer política, tomar decisões e mediar conflitos.⁣

Política não é inerte, está em movimento por meio das ideias e dos corpos. Sua existência não começa ou termina com o ato de votar, este sendo no máximo mera extensão do fazer político cotidiano que se dá por meio do entendimento de nosso lugar social no mundo. Então, pensar criticamente é essencial a quem se determina sujeito político.⁣

Continue reading “Política além do voto”

A força dos discursos na determinação da realidade

Linguagem, política e especismo

É no período eleitoral que a importância dos discursos se torna mais evidente na construção da realidade. Quando Bolsonaro disse, em 2018, que “as minorias vão ter que se curvar às maiorias”, estudiosos da linguagem alertaram de que aquela fala tinha uma matriz ideológica fascista. O motivo é que ela inflamava seus seguidores a direcionarem os sentimentos de frustração e indignação com a corrupção contra a esquerda e os grupos identitários, o que acabou contagiando boa parte da população. Muito similar ao que aconteceu na Itália Fascista e na Alemanha Nazista.⁣

É sabido que todo discurso carrega consigo uma conexão com enunciados anteriores que delimitam um jeito de pensar, fazer, saber e até sentir diante das cenas do cotidiano onde atuamos. Ou seja, não existe discurso isolado e, portanto, não existe discurso “não ideológico”. ⁣

Continue reading “A força dos discursos na determinação da realidade”

A problemática na criminalização da agressão a cães e gatos

Bolsonaro diz que 'nunca' duvidou que sancionaria lei de maus-tratos de  animais - Jornal O Globo

No dia 29 de setembro, Bolsonaro esteve no Palácio do Planalto com diversos cães para sancionar o PL 1095, que pretende enrijecer a pena para agressorus de cães e gatos. A lei determina o encarceramento de 3 a 5 anos para quem a infringir.⁣

Bolsonaro se reunir com cães e gatos simboliza uma falsa imagem de protetor dos animais, após o descaso com os incêndios do Pantanal que estão matando milhares. Vindo dele, é nítido que a medida é uma cortina de fumaça para encobrir os verdadeiros crimes contra animais cometidos pelo agronegócio, modelo produtivo incentivado por Bolsonaro.⁣

Continue reading “A problemática na criminalização da agressão a cães e gatos”

Antiespecismo Metafísico – os limites da teoria antiespecista

Ouroboros – Wikipédia, a enciclopédia livreSignificado de Ouroboros - Dicionário de Símbolos

As teorias antiespecistas são de extrema relevância para a causa animal, sendo uma das mais aceitas definições de especismo “o ponto de vista de que uma espécie, no caso a humana, tem o direito de explorar e matar as demais espécies por considerá-las inferiores”.

O antiespecismo se mostra como a maneira de questionar o sistema especista em geral, buscando a compreensão e a transformação da nossa atual relação com os animais não humanos. ⁣

Continue reading “Antiespecismo Metafísico – os limites da teoria antiespecista”

Senciência e Resistência – Complexidade da vida para além do antropocentrismo

Pingo de compaixão: a história do porquinho que foi do inferno ao Santuário  – Editorial J – Famecos/PUCRS

As imagens produzidas dentro de abatedouros são reveladoras sobre aquilo que neurocientistas chamam de senciência. As manifestações físicas e sonoras dos animais na linha do abate revelam estratégias complexas de ação e comunicação que demonstram que eles não querem estar ali porque sabem que algo ruim os espera.⁣⁣

A senciência está relacionada à capacidade de sentir, conscientemente, as sensações mais básicas. É a habilidade de, subjetivamente, experimentar dor, frio, (des)conforto, e diferenciar estados internos como bons ou ruins, agradáveis ou desagradáveis, tranqüilos ou ameaçadores.⁣
Continue reading “Senciência e Resistência – Complexidade da vida para além do antropocentrismo”